O presidente do Tribunal de Justiça do Rio quer gastar R$ 1,2 milhão em água mineral para desembargadores.
Envie seu email de pressão agora para impedir mais essa mordomia! Essa licitação é a #gotadagua!

No dia 6 de fevereiro, o desembargador Milton Fernandes de Souza tomou posse como o novo presidente do Tribunal de Justiça do Rio. Seu antecessor, Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho, autorizou a abertura de uma licitação de R$ 1,2 milhão para compra de água mineral para os desembargadores (o que dá em média cerca de 27L por dia útil para cada um)
Geralmente, em início de mandato, os gestores gostam de "mostrar serviço" e estar em sintonia com a opinião pública. Por isso, temos que enviar milhares de mensagens para Fernandes de Souza, mostrando que a mudança do comando no tribunal não significa que o assunto será esquecido.

O valor pode parecer baixo diante do gigantesco orçamento do Tribunal, mas nos leva a questionar se esta é mesmo a melhor forma de gastar tanto dinheiro - especialmente quando há alternativas muito mais baratas para garantir que os desembargadores se mantenham hidratados no verão carioca de 40ºC.

No passado, a pressão contra as regalias dos juízes barrou o gasto de 14 milhões de reais com o serviço de garçons de uso exclusivo dos desembargadores e impediu que o TJ aprovasse uma bolsa-educação privada de R$ 7 mil reais para os magistrados.

Dessa vez, precisamos nos mobilizar rápido: a licitação para compra de água mineral ainda não foi aberta, mas isso pode acontecer a qualquer momento! Essa é nossa oportunidade de pressionar Fernandes de Souza e enterrar esse processo.

Envie agora seu e-mail de pressão para o presidente do TJ e diga que essa licitação é a #gotadagua!

Pressione o presidente do TJ agora!

Quem você vai pressionar

Milton Fernandes de Souzagabpresidencia@tjrj.jus.br

6985pessoas pressionaram o presidente do TJ






Com R$ 1.239.605 para gastar em água mineral, o Tribunal de Justiça vai proporcionar para cada um dos 180 desembargadores cerca de 27L de água por dia (excluindo finais de semana e feriados), durante um ano. O consumo recomendado pelas organizações de saúde é de 2L.








Com esse valor também daria pra comprar:

1.180 
purificadores de água para 30 pessoas

12.396
filtros de barro



Fale com a gente!

contato@meurio.org.br



Por que o Meu Rio entrou nessa?
O Meu Rio acredita em uma cidade mais justa, inclusiva e participativa. É inaceitável que o poder judiciário do Rio, um dos poucos que não sofre com atraso nos pagamentos, se mostre tão desconectado da realidade do cidadão carioca.